Neste artigo os autores enfatizam que a recuperação sem tratamento da dor crônica é rara, não iniciar o tratamento gera consequências individuais e para o sistema de saúde a curto e longo prazo, aumentando a quantidade de pacientes, severidade e complexidade de recursos. 

Esperar para iniciar o tratamento piora os sintomas, aumenta as incapacidades e pode gerar aumento de quadros depressivos em 50% e aumento de pensamentos suicidas em 36%. 

O uso da tecnologia é evidenciado para redução da dor, incapacidade e sofrimento. A utilização do TELEHEALTH é indicada; Vantagens são: baixo custo e parece não haver diferença na eficácia em relação ao tratamento presencial; Desvantagens: maior dificuldade para a aliança terapêutica; poucos estudos sobre eventos adversos e adesão ao tratamento; dificuldade de acesso de boa parte da população.

Confere na íntegra do artigo, uma série de recomendações práticas para melhorar as intervenções a distância e aprender sobre essa mudança abrupta na nossa prática. É um aprendizado experimental para todos, se atente aos detalhes e a boa informação.

COVID-19 terá consequências para as pessoas com dor crônica, maior parte desta população com maior carga de doenças.

× WhastApp